26 April 2010

Espanto-me Ainda



não minto
nunca
perante mim
e em Deus.

nada mais sou
senão pobre matéria,
coisa

mas
exactamente por isso
já não minto

de nada vale ser falso
ou 
outro
senão este

e
Isto
foi
o
que 
deus criou

tão vasto é o deserto da alma
nem ave
nem som
o Teu silêncio apenas

Então
Sei



No comments: